Elemento nomeado: Onodi

Henrietta Onodi durante apresentação no solo em 1991.
Como muitos de vocês devem saber, existe um documento que rege a ginástica, que é constantemente atualizado e melhorado pela Federação Internacional de Ginástica (FIG), chamado Código de Pontuação (CoP). Nesse documento, de quase 200 páginas, estão definidas todas as regras, obrigações e restrições para guiar técnicos, ginastas, juízes e todos os componentes humanos e não humanos em uma competição oficial da modalidade. 

No Código de Pontuação é possível encontrar uma tabela com os nomes de alguns dos muitos elementos reconhecidos pela FIG. Esses elementos recebem os nomes das atletas que os realizaram pela primeira vez. No post de hoje, o primeiro da série "Elementos nomeados", abordarei o Onodi, movimento que leva o nome de uma ginasta húngara, Henrietta Onodi, mas que não foi a primeira a realizá-lo. 

O Onodi é um elemento, geralmente, executado na trave de equilíbrio (BB) mas que já foi apresentado no solo (FX) pela própria Henrietta, mas que não encontra-se listado dentre os elementos desse aparelho. Esse elemento consiste em um flic com meia volta e uma reversão no fim do flic e está listado sob o número 5.401, sendo portanto um movimento do grupo cinco de valor "D" (0.4 pontos).

No vídeo abaixo, você pode conferir a ginasta realizando o elemento em 1:40.


Apesar de Henrietta ter sido a ginasta que nomeou o elemento, ela não foi a primeira a realizá-lo com sucesso. No começo da década de 1980, a soviética Olga Mostepanova chegou a realizá-lo o mesmo elemento em várias competições internacionais, inclusive Campeonatos do Mundo. Então, por que o nome do elemento não é Mostepanova? A resposta é simples: o técnico de Olga não submeteu o elemento à avaliação da FIG por razões até hoje desconhecidas - algumas pessoas dizem que isso aconteceu por ele ele  acreditar que o elemento fosse apenas a variação de um já existente. 

Sem comentários